Associação Dinamização Baixa Pombalina

Emergindo de um grupo de comerciantes com largas tradições na Baixa de Lisboa nasceu o grupo de Dinamização do Comércio da Baixa em 1993. Existindo ciclicamente para a promoção do comércio da Baixa da cidade, cedo se aperceberam os empresários da necessidade de realizar várias iniciativas e eventos que atraíssem os consumidores para esta zona comercial.

Sendo o associativismo um fenómeno de conjugação de interesses com largas tradições no nosso país, gerador de sinergias indutoras da capacidade de resposta face às ameaças externas, nasceu a pré Associação de Dinamização da Baixa Pombalina. Existiram durante este processo avanços e recuos. Imbuídos no entanto da convicção do interesse comum que representava a criação da futura associação, promoveu a Comissão Instaladora uma Assembleia-geral de Fundadores, realizada no dia 28 de Novembro de 1996, contando com a presença de 300 comerciantes. Foi dado a conhecer aos comerciantes os objectivos, estratégias e campanhas que se pretendiam desenvolver até ao final do século XX.

Especial destaque foi dado à apresentação da campanha de promoção de Natal do comércio da Baixa Pombalina, subordinada ao tema “ Baixa, o Natal Mora Aqui, 1600 Lojas Para Si “, que foi patrocinada em exclusivo pelo Metropolitano de Lisboa. A campanha publicitária proporcionou a existência de uma relação simbiótica entre as vertentes comerciais e culturais da Baixa Pombalina, através da qual foi possível a realização de eventos em parceria, o que se pretende venha a continuar a existir no futuro.

O papel desempenhado pela Câmara Municipal de Lisboa revestiu-se de primordial importância, indo desde o apoio logístico à coordenação de algumas das actividades desenvolvidas. Para voltar a atrair os consumidores à Baixa de Lisboa é preciso que a cidade se renove, exigindo-se, assim, um grande esforço a todos os níveis: político, económico, cultural e social.

É preciso substituir a dinâmica da decadência pela dinâmica do desenvolvimento integrado e sustentado para o comércio da Baixa Pombalina. É neste contexto, e para responder aos novos desafios que se levantam neste final de século, que foi celebrada por um conjunto de empresários a Escritura Pública da Associação de Dinamização da Baixa Pombalina, no dia 21 de Janeiro de 1996.

Esta é no seu Âmbito representativa de todas as actividades estabelecidas na Baixa e no Chiado que prossigam actividades relacionadas com o comércio, a indústria e serviços.